Mãe, a crítica devia ser taxada

Agosto 14, 2016

Enquanto me ria com o Jorge, das macacadas que as miúdas estavam a fazer na praia, o Tomás estava de telemóvel em ‘punho” e com um ar muito sério. De repente saiu-se com esta:

– Mãe, a crítica devia ser taxada. Devia ter um imposto assim do género do IVA.

Não me aguentei e dei uma gargalhada. Como achei o tema de conversa interessante comecei a puxar por ele.

– Sabes Tomás, concordo contigo. É mesmo algo desinteressante que não leva a lado nenhum.

– Mãe e o que é mais irritante é que os “criticadores”, acham-se sempre donos da verdade e até inventaram um termo para se sentirem bem: ‘a crítica construtiva’. Eu tenho quase 15 anos e sei que isso não existe.

– Mas não existe porquê?

– Porque nada se constrói da crítica, mas sim da motivação. Para mim a crítica só destrói. Repara bem na Maria. Sabes porque é que ela é assim tão feliz? Ela nunca crítica ninguém e se alguém a criticar ela nem percebe.

– Pois é Tomás, concordo contigo.

– Mas o que acho mais engraçado é que as críticas têm sempre a ver com a personalidade de quem a faz.

– Sim, se calhar funcionam como defesa de cada um Tomás. Mas não tens de te preocupar com isso.

– Não me preocupo muito mãe. Sempre que me criticam eu fico ainda mais forte. Mas continuo na minha, se a crítica pagasse impostos, o nosso país estava rico!

– Mas porque é que hoje te foste lembrar disto?

– Mãe, estava a navegar no facebook e fiquei cansado de ler…há sempre alguém que tem a crítica na ponta dos dedos!

– Tomás, não te preocupes com isso. Larga o telemóvel e vai para a água. Quando fores deputado propõem esse imposto e salvas portugal da crise. Boa?

– OK. Combinado!

Foi a correr em direção ao mar e mergulhou. Quando voltou para a toalha disse com um ar feliz:

– Já inventei uma frase: ‘a crítica só pode ser uma reflexão, se a utilizarem façam-no em frente ao espelho’!

Estes miúdos são sábios…

A mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

1 Comentário

  • Responder MissLilly Agosto 14, 2016 em 22:30

    realmente tenho de concordar com o Tomas, apesar de achar que a critica pode ser construtiva e pode ajudar as pessoas a serem melhores. Criticar so por criticar e mandar o bitaite, devia efectivamente pagar imposto e tende a ser o reflexo da inseguranca de quem a faz 🙂

  • Deixar Comentário

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.