Vejo-te

Novembro 18, 2017
FullSizeRender-3

Vejo-te levar a tua filha para a terapia, enquanto os teus amigos levam os filhos para a escola de futebol ou para a dança.

Vejo-te a fugir das conversas em que os teus amigos se congratulam com as realizações dos seus filhos.

Observo-te a fazer malabarismo entre trabalho, escola, terapias e médicos.

Vejo-te sentado durante horas no computador a pesquisar as coisas necessárias para a tua filha.

Vejo a expressão na tua cara quando ouves pessoas que se queixam de coisas estúpidas.

Vejo-te a tirar forças da fraqueza, uma força que nunca sonhaste ter.

Observo o teu respeito pelas professoras, terapeutas e profissionais da saúde que, dia após dia, ajudam a tua filha. Sabes como são importantes.

Vejo-te a acordar cedo de manhã e a fazer muitas coisas, apesar de outra noite em branco.

Observo-te quando estás cansad0, mas continuas a lutar pela vida da tua filha.

Eu sei que te sentes invisível, como se ninguém soubesse de todas as nuvens que te envolvem, das lutas que tens de fazer.

Mas quero que saibas que estou ciente disso. Vejo-te sempre a empurrar para a frente.

Vejo-te sempre a fazer escolhas que podem dar à tua filha os melhores cuidados em casa, na escola, na terapia e no médico.

Naqueles dias em que te perguntas se podes fazer mais, quero que saibas que te vejo.

Quero que saibas que vale a pena. Quero que saibas que não estás sozinho.

Quero que saibas que o amor é a coisa mais importante e que tu és o melhor neste assunto.

E naqueles dias em que vês uma melhoria, aqueles momentos em que o trabalho duro tem a sua pequena recompensa e tu sentes o mesmo que saborear o maior dos sucessos, eu vejo-te e estou orgulhosa de ti.

Aconteça o que acontecer hoje, tu vales muito, estás a ir muito bem… e eu vejo-te.”

(autor desconhecido)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário