Vamos saltar?

Janeiro 31, 2016

Penso que todas as crianças gostam de saltar. Há mesmo uma fase em que parece que é viciante. Saltamos em todo o lado – no sofá, na cama dos pais, na dos irmãos e nossa cama – resumindo, tudo o que dá balanço poem-nos aos pulos.

Há crianças que superam esta fase e outras que não. Eu sou um desses caso, nunca superei. Passo os dias aos pulos pela casa. É um hábito muito antigo e quem me conhece diz que eu tenho molas nos pés.

Ontem andava eu, divertido, a saltar de um lado para outro. A Maria que me andava a seguir, perguntou-me baixinho:

– Vamos saltar?

Eu só lhe disse:

– Oh Maria! Mas tu já não sabes andar muito bem, como é que queres ir saltar?

Ela não reagiu bem, ficou zangada e disse-me:

– NNNããooo. Vamos saltar!!!

–  Ai, ai Maria, não sejas teimosa e não faças birra.

Ela ignorou a minha resposta e continuou a insistir. Ao final de meia hora a sua teimosia acabou por me vencer. Peguei nela e ajudei-a a subir para cima da cama. Dei-lhe as mãos e ela ficou de pé. Mal sentiu que estava pronta para dar balanço, começou a abanar e num instante estava aos saltos.

A Maria já estava em grande estilo, quando comecei a ouvir a cama a fazer um barulho estranho. Antes que houvesse um azar e partíssemos a cama, convencia-a a mudar de trampolim:

– Oh Maria, vamos saltar para o sofá? –

A Maria não ficou muito feliz com a paragem. Reclamou até lá chegarmos, mas mal sentiu o balanço das almofadas do sofá (debaixo dos seu pés), voltou ao seu estado de euforia. Pior foi quando a mãe nos apanhou. A minha sorte foi estar com a Maria…

O irmão da Maria (Tomás Rebelo Pires)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.