Tudo se começa a descomplicar

Abril 4, 2016

Depois de uma noite agitada e de uma manhã um tudo ou nada atrapalhada parece que tudo se começa a descomplicar.

Às vezes, nós pais, temos de nos dividir para que tudo continue a rodar com a mínima normalidade. E ontem de manhã foi assim. Enquanto eu fui levar a Matilde e o Tomás ao colégio, para ir logo de seguida a correr para o trabalho, o Jorge seguiu para o hospital com a Maria. Tivemos algumas dúvidas sobre como tudo estava a evoluir e a médica tinha deixado indicação para que se isso acontecesse ela voltasse.

Mas mais uma vez com a ajuda da tia Mónica (médica), foi só uma visita relâmpago e segundo a equipa de médicos tudo está a evoluir tal como tem de ser.

A Maria como está de “baixa” passou o dia em casa dos avós a encher-se de mimo. Ela adora e estes mimos fazem-lhe tão bem, que até acredito que a recuperação assim seja mais rápida.

Ao final do dia, quando entrei em casa apanhei-a ao espelho a admirar-se. Estava com um ar sério enquanto mexia no cabelo. Corri e escondi-me. Enquanto ela olhava para o espelho, a ver se me conseguia localizar, eu imitava barulhos de animais. Entre patos e ovelhas, passando por cavalos, pintainhos e porcos tudo consegui ‘falar’.

A Maria achou graça e mesmo sem me ver, sorria e reproduzia os gestos dos animais (que eu imitava em sons). Quando apareci no seu raio de visão começou uma enorme festa. Por ela a brincadeira não acabava e é tão bom vê-la a reagir assim.

Como já os nossos antepassados diziam “depois da tempestade vem a bonanza” e parece que por aqui já tudo se começou a descomplicar. Venha a “bonanza”…

A Mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.