Por aqui o Carnaval já não é o que era

Fevereiro 12, 2018

Já lá vão os anos em que a Matilde e o Tomás vibravam com o Carnaval. Eram cinco dias seguidos, em que não prescindiam dos seus disfarces. Lembro-me das birras que faziam para tirar os fatos. Vestiam de tal forma a personagem que nem mudar-lhes a roupa conseguia. Havia noites em que adormeciam em modo personagem.

As serpentinas e os confettis que espalhavam pela casa e que por muito que os aspirasse teimavam em não desaparecer. Os apitos, que ainda hoje me enfurecem, durante aqueles dias funcionavam como despertador cá de casa. As gargalhadas e os gritos das várias personagens ou bichos que vestiam.

O Carnaval era assim, vivido com uma alegre intensidade!

Engraçado que conheci o Jorge numa festa de Carnaval, mas sempre vivi esta época, sem grandes manifestações. O inverno não me dá grande coragem e energia para estes festejos. Mas quando os nossos filhos estão cheios de entusiasmo, não lhes podemos resfriar a alegria e nunca deixámos de nos juntar a toda esta folia.

Eles foram crescendo e nos últimos anos a diferença é abismal. Já só se mascaram se tiverem uma festa temática. Já não há serpentinas nem confettis espalhados pela casa e pouco ou nada se fala da festa. A única que ainda gosta é a Maria.

Hoje em modo traquina, foi buscar a peruca laranja, para se disfarçar. Num segundo começou a festa, a “sacar” sorrisos com distinção e a puxar pela boa nossa disposição. A Maria é sempre assim, divertida!

A Mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

1 Comentário

  • Responder Por aqui o Carnaval já não é o que era - Baby Blogs Portugal Fevereiro 13, 2018 em 00:18

    […] As serpentinas e os confettis que espalhavam pela casa e que por muito que os aspirasse teimavam em não desaparecer. Os apitos, que ainda hoje me enfurecem, durante aqueles dias funcionavam como despertador cá de casa. As gargalhadas e os gritos das várias personagens ou … Ver artigo completo no Blog […]

  • Deixar Comentário

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.