Pessoas que assumem os erros

Junho 8, 2017

Créditos da foto @Notícias Magazine

O maior desafio da minha vida é educar os meus filhos. Com os adolescentes temos de ter conversas sérias e tentar passar princípios que podem vir a ter uma grande influência no futuro. Ontem o tema foi assumir os erros que cometemos…

Pessoas que assumem os próprios erros, que sustentam o que disseram e/ou fizeram, arcando com as responsabilidade de tudo, parece que é uma espécie em extinção.

Prolifera, pelos vários ambientes da nossa vida, um comportamento danoso, que se pauta pela fofoca, por atitudes destemperadas e impulsivas e pela omissão, quando as bombas explodem.

Muitos não “se ensaiam nada” em acusar quem não está presente na roda de conversa, denegrindo a sua imagem, atribuindo-lhe falas e atitudes que nada mais são do que um retrato exato do próprio acusador.

Estejamos onde estivermos, a questão é que haverá sempre quem não tem a coragem de dizer que errou, que se comportou de maneira inadequada, que agiu sem pensar, não trazendo para si a responsabilidade sobre os seus atos.

Mas não há que temer o erro, assim como não há que temer retratarmo-nos, pois só erra quem faz, quem se move, quem se lança e ousa sair do lugar. Errar conscientemente, sabendo da dor que trará ao outro, é mau; errar na tentativa de acertar, querendo o melhor, é necessário!

Só assumindo os erros, estaremos aptos para aprender a não voltar a eles. Espero que os meus filhos entendam isto!

A mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.