Onde estás?

Setembro 24, 2015

Onde estás? Chamei eu pela Maria, pois há uns minutos que não a ouvia. Mas resposta, nada!

– Meninos, sabem onde está a Maria? – Não! Disseram os dois em coro. Saí do quarto e fui direta para a sala. Por lá estavam a Matilde e o Tomás, no merecido descanso de final de tarde, mas da Maria nem rasto.

Vá lá confessem, esconderam a mana? Não estejam a brincar comigo! Não mãe, ela estava aqui há pouco – responderam eles, sem sequer tirarem os olhos da televisão. Continuei a chamar, enquanto dava a volta à casa. Como não a encontrei em nenhuma das divisões, comecei a ficar nervosa.

– Meninos não encontro a Maria, tem de estar em algum lado, alguém me pode ajudar a procurá-la se faz favor? Levantaram-se os dois e vieram de imediato ajudar. Bem vamos lá pensar juntos, a porta de casa está fechada, a casa não tem buracos, tem de estar em algum lado, não?

Já quase em desespero, entrei de novo no quarto delas e de repente ouvi um “barulhinho”. Não consegui localizar de onde vinha. Outra vez o mesmo som. Mas desta feita, tive a certeza, vinha do armário. Fixei a porta e comecei a vê-la abrir muito lentamente. E de repente, surpresa!

Quem estava lá dentro escondida? A Maria! Com uma mão na cabeça e com o ar mais malandro do mundo, remata de forma genial – Cúcú! Ufa, que susto Maria! Ainda tentei começar a ralhar, mas foi impossível. Fez-se silêncio por uns segundos. Os manos entraram a correr e o resultado final foi o do costume, gargalhada geral! Tinha de chegar o dia em que a Maria se escondia e o dia foi hoje!

Pel’ A Mãe da Maria

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.