O melhor abraço do mundo!

Junho 20, 2015
Ricardo Carriço Antonio Esteves Maria

Falar da Maria não é difícil, tenho é medo de contar-vos mais uma historia cheia de lugares comuns e de palavras “quase” clichê.

Conheci os Pais da Maria no teatro Maria Helena Torrado (Confluência Associação Cultural), em Cascais, onde a Maria também estava com os irmãos. Nesse dia não me ligou nenhuma. Encontrámo-nos outras vezes e a nossa amiga não saía do colo do pai.

A Mãe e o Pai da Maria são duas pessoas de fácil trato, com quem construí uma rápida, saudável e sincera amizade. Com os irmãos da Maria também foi fácil, principalmente o Tomás, que nasceu logo a seguir à Maria e é um puto de uma sinceridade desconcertante e um coração do tamanho do mundo. Como se costuma dizer “quem sai aos seus não degenera”.

Quando tomei consciência do problema da Maria, a minha reação foi a de agir com a maior naturalidade, tentando chegar-lhe de coração aberto para tudo o que pudesse acontecer. Aquilo que seria o medo – por não saber lidar com a Maria – rapidamente passou quando percebi que foi a Maria que entrou no meu mundo, apenas quando quis ou, concluo agora ao escrever este texto, quando percebeu que eu estava preparado. A generosidade da Maria, o olhar, a gargalhada, a cumplicidade que esta rapariga “quase” mulher me ofereceu, com o melhor abraço que alguma vez recebi, foi o início de uma relação especial, para que eu apenas estive preparado no momento em que percebi que, do alto da sua diferença, era a Maria, com 15 anos, que tanto tinha para me ensinar.

Obrigado Maria por teres descido ao meu pequeno mundo e com gestos tão simples, desmontaste todos os meus receios.
Obrigado Maria por demonstrares a todos, que quem está certa és tu.
Obrigado Maria, por nos fazeres ver que o mundo, afinal, é simples.
Obrigado Maria, por partilhares comigo, o MELHOR ABRAÇO DO MUNDO!

Por Ricardo Carriço

Também Poderá Gostar

8 Comentários

  • Responder Tiago Pires Junho 24, 2015 em 10:25

    Adoro os abraços da minha prima! São daqueles abraços que nos confortam nos dias mais tristes , nos dias em que nos acontecem coisas que nos deixam desconfortáveis. Realmente a Maria tem uns abraços muito bons e dá gosto receber muitos. Um dia peguei-a ao colo e ela agarrou-se a mim de tal maneira e com tanta força (braços e pernas) que nem a precisei de segurar.

    • Responder Ana Rebelo Junho 24, 2015 em 16:39

      Meu querido sobrinho, és realmente especial. Gostamos muito dos teus comentários e partilhas sobre tudo o que pensas da Maria. Obrigada Tiago por seres como és. Beijinhos

  • Responder Verónica Vieira de Carvalho Junho 24, 2015 em 16:39

    Que gosto ler o Ricardo Carriço – nada mais digno do que a verdade sentida!!!
    Conheço esse abraço! Toda a vida o conheci mas hoje, tenho o privilégio de ser premiada diariamente com um dos melhores, top dos tops!!…Também sou uma sortuda, Maria!

    • Responder Ana Rebelo Junho 25, 2015 em 11:46

      Olá Verónica,
      Que bom ler o seu comentário por aqui! A verdade sentida é sem dúvida o que se sente neste abraço…sei que também o tem e ainda mais, tem o privilégio de o sentir diariamente. Um grande beijinho Verónica e até já!

  • Responder Maria Cristina da Silva Vieira Julho 25, 2015 em 00:52

    Os medos são sempre ilusões. Gostei da sinceridade do texto do Ricardo.A amizade é tão simples.E a Maria, com a sua generosidade natural, ensina-a em cada gesto.

    • Responder Ana Rebelo Julho 26, 2015 em 23:51

      Olá Maria Cristina. Muito obrigada pelas suas palavras. É isso a amizade é mesmo muito simples :). Um grande beijinho

  • Responder Maria José Mota Campos Outubro 27, 2016 em 21:47

    Olá Maria! Que bom para o Ricardo Carriço ter podido receber um abraço teu. Sim porque aqui o sortudo foi ele.
    Uma linda e sorridente menina chamada Maria com 15 anos que ele nunca irá esquecer.
    Eu também um dia vou encontrar -te, tenho a certeza e vou querer aquele abraço muito grande e aquele sorriso tão lindo de ver do jeito que só tu sabes fazer.
    Beijinhos para todos.

  • Responder Alzira Afonso Costa Maio 23, 2017 em 18:59

    Eu não sou ninguém ou lado das pessoas que responderam ou abraço do Carriço tenho apenas a quarta classe mas sei uma coisa que e segura desde o dia que a minha Estrelinha entrou na minha vida muita coisa mudou ela tem me ajudado em momentos difíceis da minha vida basta eu olhar o lindo sorriso dela depois e tudo mais fácil para mim eu ainda não perdi a esperança de um dia poder levar um abraço como o do Carriço eu adoro esta princesa beijinhos para todos

  • Deixar Comentário

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.