Na dança da vida

Outubro 6, 2016

Na dança da vida tudo soma e segue. Lá se vão dando os encontros e os desencontros, as tristezas e alegrias, os desamores e amores que nunca ninguém sabe explicar.

Mas esta dança teima em correr e todos julgam saber aquilo que deves escolher ou fazer. Mas quem quer saber?

Julgar é fácil, falar muito mais. Dificil é escutar e entender o que o outro está a viver.

Saber colocar-se no lugar do outro, dar sem nada esperar receber, agradecer tudo e sempre, são as chaves da vida para se crescer e aprender a viver.

Viver é uma dança constante, que se move pela escolha de vontades. A vontade de esperar ou fazer acontecer, de ficar ou ajudar, de entender ou de se afastar, de seguir em frente e para a vida sorrir.

Salva-nos saber que a escolha destes passos é sempre nossa! Por aqui todos escolhemos somar bons momentos e seguir esta dança em modo feliz, e por aí?

A mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.