Lá vai a mãe trabalhar

Agosto 18, 2016

A vida passa num ápice! Há poucos dias estava aqui sentada no sofá, no mesmo canto onde estou hoje, a escrever o texto em que a mãe finalmente chegara ao Algarve. Mas a mãe não pára, está sempre a trabalhar e este ano as suas férias foram mesmo curtas. Chegou e nós os quatro já cá estávamos. Vai-se embora e nós os quatro ainda ficamos por aqui.

Hoje aqui estou e mais uma vez me apercebi que o nosso trio de heroínas voltou a ficar afastado por uma distância grande. Fiquei um pouco triste, mas a Maria só com um simples olhar ternurento e um sorriso de orelha a orelha disse-me tudo e como sempre ensinou-me mais uma lição de vida: que o amor atravessa fronteiras e que não há nada que separe o nosso trio maravilha, porque ninguém nem mesmo uma distância de três horas irá cortar os nossos laços para toda a vida.

Agora só me resta ficar aqui no mesmo canto do sofá, onde escrevo os meus textos, a olhar. A olhar para a alegria da Maria enquanto canta. A olhar para o sorriso dela de orelha a orelha. A olhar para aquele olhar brilhante que muitas vezes diz tudo.

E no meio de muitos olhares e lições de vida que o olhar da Maria me vai transmitindo cá espero a heroína do meu coração a minha mãe. E fica descansada mãe, que eu a Maria vamos continuar a lutar e a conquistar os corações das pessoas que nos rodeiam.

A irmã da Maria (Matilde Rebelo Pires)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.