Filhos uma combinação única a respeitar

Maio 3, 2016
Mãe e filhos

Os filhos são e não são extensões dos pais. São, no sentido que herdam características físicas e psicológicas; e não o são, no sentido de que o todo não é igual à soma das partes. Cada um de nós é uma combinação única que deve ser honrada e respeitada.

Infelizmente, esta distinção nem sempre está clara, e alguns pais vêem os filhos como um espelho no qual se querem ver refletidos. E o resultado? Frustração de ambas as partes.

Desde cedo devemos estar atentos para não projetarmos os desejos não realizados nos nossos filhos. Se pensarmos um pouco já todos assistimos a exemplos destes. Quem é que já não assistiu a pais que pressionam os filhos para seguirem uma determinada carreira? Ou a fazerem algumas atividades para o qual se vê que os miúdos não têm a mínima motivação? Será que os pais não estão a usar os filhos na tentativa de se realizarem através deles?

Acredito que até se pode tentar, mas não se pode mudar de forma permanente o curso da natureza, sem que esta mais cedo ou mais tarde se revele. A rebeldia dos filhos acaba por aparecer e de muitas formas. Será que há necessidade para tanto sofrimento?

A Maria ensinou-me que não! Deixemos os nossos filhos serem quem eles querem ser, ainda que não seja aquilo com que sonhámos. Melhor ainda, tentemos canalizar esta energia para realizarmos os nossos próprios sonhos; a história está cheia de pessoas que realizam os seus sonhos e metas em qualquer idade.

A Mãe da Maria (Ana Rebelo) | Tradução e adaptação do texto “Os filhos não são cópias”

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.