Felicidade é sermos quem realmente somos

Março 20, 2017

A única forma de alcançarmos um estado de paz interior, que nos torne capazes de encarar os desafios da vida sem perder o eixo, é conseguirmos viver em total sintonia com quem somos.

Ao longo da vida, perdemo-nos de tal modo na tarefa de fazer aquilo que os outros esperam de nós, que quando nos damos conta, não sabemos exatamente qual é a nossa verdadeira natureza.

A busca pelo conhecimento real acerca de quem se é, pode começar cedo, dar-se mais tarde ou, para alguns, jamais acontecer. Estes, seguirão pela vida inconscientes acerca das inúmeras possibilidades disponíveis aos que ousam sair do seu lugar comum.

O autoconhecimento tem raiz numa vocação inata para a felicidade e, somente aqueles que a carregam, recusarão a rota conhecida para embrenhar-se na escuridão do caminho ainda não percorrido.

Alguns guias serão necessários no início, para que a jornada não se torne num caminhar errante. Afinal, como em qualquer viagem, aqueles que já a realizaram podem-nos dar dicas sobre as armadilhas que nos esperam e dar instruções para que seja mais fácil superá-las.

Quando nos dedicamos com “garra” ao exercício da auto-descoberta, os resultados, em algum momento, aparecerão. Aos poucos vamos descobrindo o que gera em nós um entusiasmo genuíno, não apenas uma alegria momentânea e artificial.

Mantermo-nos alerta acerca dos nossos próprios sentimentos e jamais traí-los, seja porque motivo for, é a chave para a construção da autenticidade: o respeito absoluto pelo nosso verdadeiro ser…e esse é o único caminho que nos permite sermos felizes!

Fonte: www.resilienciamag.com | Adaptação do texto “Felicidade consiste em ser quem você é”

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.