Estes miúdos são assim

Dezembro 4, 2017
IMG_2713

Ontem, enquanto navegava pela internet, li um texto que me fez lembrar os meus filhos. Não resisti e adaptei-o à realidade dos miúdos cá de casa:

“Estes miúdos são assim. Confiam em tudo o que existe para além do que se vê, e em tudo o que sentem para além do que se consegue dizer. Distinguem-se de nós pelo brilho dos olhos com que dão cor a quem as olha. 

Quando a memória clareia, muitos de nós (adultos) sonhamos voltar a ser as crianças, revivendo em pensamentos a forma como brincávamos, a facilidade com que nos surpreendíamos com as coisas simples que hoje, muitas vezes, desprezamos.

Algumas crianças querem ser adultas. Talvez pensem que depois de crescer o caminho até ao sonho seja mais fácil, ou acreditem que esse trilho diminua com o tempo que deixam para trás. Mas, ao contrário do que acontece no nosso mundo dos adultos, enquanto se é criança, todos os sonhos são reais e nenhum é impossível de realizar.

Cada noite motiva um dia especial e imenso que lhes dá a possibilidade de ser uma qualquer profissão ao amanhecer e outra ao anoitecer, nadar como uma sereia nas profundezas do mar, ou voar sem asas num dia de tempestade.

Os miúdos são assim! Sentem-se bem de trancinhas e de cristas, porque os faz lembrar uma princesa ou um futebolista, sem que sejam julgadas pela maldade imperceptível à pureza dos seus olhares. Os seus sorrisos são feitos de alegria, envoltos de felicidade que dá harmonia às mais sinceras gargalhadas.

É tudo isto que me faz acreditar que os adultos mais felizes, são aqueles que continuam a esperar que, de cada noite, um novo sonho se rompa para dar mais uma flor no dia seguinte.”

Adaptação do texto As crianças são assim de Ana Isabel Castro.

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário