Escondidas

Dezembro 3, 2015

A boa disposição da Maria é sem dúvida contagiante. Por muito que os dias sejam cansativos e stressantes, quando chego a casa tenho, para além do meu porto de abrigo, a alegria da Maria.

Ontem, ao final do dia, enquanto organizava emails e punha a “escrita em dia”, a Maria andou sempre à minha volta. Brincou, falou, puxou-me. Queria atenção a “todo o custo” e quando assim é não desgruda.

Já estou habituada a este andamento. Quem tem três filhos sabe que os finais de dia são assim. A Matilde e o Tomás, mal me vêem chegar, inundam-me com as histórias das suas aventuras e desventuras do dia. Até se atropelam nas palavras, querem contar tudo ao mesmo tempo e claro que ninguém se ouve. Mas, mais atropelo, menos atropelo, conseguimos sempre conversar.

A Maria, como pouco fala, tem uma estratégia bem diferente. Aparece sempre devagarinho. Deixa passar esta rebelião (inicial) e a única coisa que exige, mal me vê, é um grande olá e um abraço. Depois espera que os irmãos se afastem e finalmente se aproxima.

Tem dias em que brinca sozinha e não exige atenção. Mas ontem exigiu! Insistiu e puxou-me durante mais de meia hora. A certa altura cedi e fui para o chão, para perto dela. De imediato envolveu os seus bracinhos à volta da minha cara, de tal forma, que quase fiquei sem ar. Enquanto eu me tentava desembaraçar ela ria à gargalhada e repetia – escondidas, escondidas!

Depois de pensar um pouco, acredito que ontem foi o primeiro dia em que a Maria (tal como os seus irmãos) começou a contar as suas aventuras no colégio – jogou às escondidas! Será? Vamos ficar atentos e entretanto vou-me deixando contagiar por esta (sua) boa disposição e alegria.

A Mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

1 Comentário

  • Responder Monica Rebelo Dezembro 3, 2015 em 08:38

    O tempo para os filhos é mesmo o melhor que lhes podemos dar.
    Pena ser tão pouco frequente e muitos pais pensarem que as crianças crescem sozinhas.

  • Deixar Comentário

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.