Do nunca ao sempre

Setembro 8, 2016

Antes de ser mãe, usava com muita frequência a palavra “nunca”:

– Os meus filhos nunca vão falar comigo assim!

– Os meus filhos nunca vão comer comida enlatada!

– Filho meu nunca vai fazer uma birra assim!

Uma listagem infindável de “nuncas”, que nos dias de hoje apenas me fazem rir. Não é que não fossem ou sejam importantes. Mas nestes últimos 16 anos aprendi que, se eu quiser ser feliz, não devo encarar a maternidade assim.

Resolvi fazer uma alteração nesta minha lista de certezas de mãe e troquei o “nunca” pelo “sempre” e o resultado é bem diferente:

1. O meu colo será sempre dos meus filhos

2. Vou abraçá-los sempre

3. Vou roubar-lhes uma gargalhada sempre que consiga

4. Vou perdoá-los sempre

5. Vou mostrar-lhes sempre a importância de ajudar os outros

6. Vou falar com os meus filhos sempre de olhos-nos-olhos

7. Vou amá-los sempre, aconteça o que acontecer!

Agora sei que a lista do “sempre” é aquela que tenho realmente condições de cumprir. Ensinou-me a maternidade que um filho não é nunca, um filho é sempre e para sempre!

A Mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

2 Comentários

  • Responder Maria José Mota Campos Setembro 8, 2016 em 23:18

    Adorei o texto, li 2 vezes. O “nunca” realmente é dito quando não temos grande experiência de vida.
    Depois de a termos o “sempre” é bem mais bonito, saudável e até mais verdadeiro porque o conseguimos cumprir.
    Adeus família maravilhosa. Até sempre.

  • Responder Lucilia Novembro 16, 2016 em 08:29

    Que lindo texto!!! Um bjho enorme para a maria e para toda a familia que sao uma inspiraçao 🙂

  • Deixar Comentário

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.