Deixa-me brilhar como as estrelas

Dezembro 26, 2018

Estou no escuro da sombra
Eu sei que vou conseguir fugir
Mas eu estou no escuro da sombra
Numa tentativa desesperada de existir

Sozinha… Mas entre a multidão 
Deixa-me brilhar no meio da escuridão 
Deitada no chão com um vazio no coração 
Eu estou viva mas diante da solidão 

De asas cortadas 
Com a vida traçada
Caminhando pela estrada 
Vazia e calada 

Presa a uma história 
Que não é escrita por mim
Agarrada a uma vida 
Que não é vivida por mim

Gotas de chuva escorrem-me pela cara
Eu só queria poder tirar esta máscara 
Olhar por entre os teus olhos um novo eu
Descobrir por entre as feridas quem sou eu

Quando o céu escurecer e anoitecer 
Deixa-me brilhar como as estrelas
Quando o céu escurecer e anoitecer
Deixa-me brilhar como as estrelas

Choro em silêncio para ninguém ouvir
Escondo sentimentos para não os sentir
Eu queria ser um reflexo do que tu vês de mim
Mas desculpa por eu não conseguir ser assim

Estou no escuro da sombra
Eu sei que vou conseguir fugir
Mas eu estou no escuro da sombra
Numa tentiva desesperada de existir.

A irmã da Maria (Matilde Rebelo Pires)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.