Explorar Categoria

Crónicas

A Esperança – por António Bagão Félix

Janeiro 29, 2016
unnamed

O mais difícil de alcançar é o simples. O mais possível de alcançar é o que mais impossível parece. O maior alimento do direito é o dever. O mais aparentemente insignificante sacrifício pode ser o mais virtuoso. A maior recompensa do corpo é a serenidade da alma. A mais radical sinceridade é irmã gémea da verdade. A mais austera perseverança é irmã gémea da bondade. A mais pura humildade é irmã gémea da beleza. O heroísmo é a persistência paciente…

Ler Mais

12527641_10203610882313258_1023567922_n

Isto são boas notícias – por Isabel Tavares

Isto são boas notícias! Esta foi a minha primeira reacção depois de ler, outro dia, o título de um artigo de jornal: «Homem brasileiro criou um parque para crianças com necessidades especiais». Que boa ideia, pensei. Para logo de seguida ficar triste. A notícia…

Janeiro 11, 2016
unnamed

O tempo continua a correr sem parar – por Nita Domingos

Mais um Natal que passou num piscar de olhos. 2015 passou a voar. O tempo continua a correr sem parar. Dou por mim no meio de muito trabalho e azáfama a adiar os meus textos e a parar realmente para pensar, ou melhor, para…

Dezembro 27, 2015
unnamed-1

Claro que escrevo um texto – por Isabel Tavares

A Mãe da Maria telefonou-me ontem à noite a pedir um texto para o blogue, estava eu a meio das primeiras compras de Natal. Fiquei envergonhada. Vou explicar, muito rapidamente, o que me passou pela cabeça, ali, à frente do talho, com a senha…

Dezembro 25, 2015