Amigos respeitam o tempo, o espaço e o silêncio

Julho 29, 2017

Os meus verdadeiros amigos são grandes em sentimentos, sinceros e não têm duplos sentidos. Vivemos uma amizade cúmplice, altruísta, que não conhece chantagens, que se oferece com liberdade para incentivar, para tornar a vida de cada um mais completa.

Os bons amigos não são só nomes e fotografias nas agendas e redes sociais. São pessoas que entendem e atendem as nossas palavras e sabem interpretar as nossas expressões, gestos e silêncios.

São vidas que se encaixam nos nossos cantos vazios, vozes que enchem os nossos espaços nos maus e bons momentos, são risadas que relativizam os problemas e pessoas com quem construímos parte dos nossos dias.

Uma amizade não pensa em favores, mas sim em valores. Não tenta mudar o outro, respeita-o. Não se baseia somente no “um dia dás-me tu, no outro dou-te eu”. A maioria das vezes, para além do apoio, da diversão ou da ajuda mútua, uma boa amizade, ou uma grande amizade, vive também do silêncio, do espaço e do tempo de cada um.

Vamos refletir sobre isto?

A mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.