A vida passa a correr?

Agosto 18, 2015

Já os nossos avós o diziam e os nossos pais o repetiam…a vida passa a correr! Lembro-me de ser adolescente e não entender o que queriam dizer. No meio daquela energia toda que me caraterizava tinha uma enorme vontade que os dias voassem. Queria sempre que a sexta feira chegasse, as férias chegassem, os dezoito anos me brindassem, mas tudo me parecia uma eternidade.

Hoje “olho” para os meus filhos a entrarem na adolescência e dou por eles a viverem o mesmo. O Tomás em ansiedade porque quer combinar tudo com todos. Troca mensagens, fala ao telemóvel, fala por Skype, comunica de todas as formas possíveis e imaginárias. A Matilde está sempre inquieta porque quer e tem que confirmar programas com as amigas. Quer ir aos insufláveis, logo a seguir fala do parque aquático, depois na feirinha, a ida à festa da amiga e tem que confirmar – já! E eu em stress para conseguir organizar agendas, pois só quero que todos fiquem felizes!

Num repente dou por mim a repetir as palavras dos meus pais “a vida passa a correr”! Mas para eles não, sei que sentem diáriamente que não chega a hora de sair, a hora de ir…

A Maria cá está com a sua missão de balancear esta família. No meio de todos, observa a correria e a ansiedade e apenas sorri. Dá a mão a cada um e puxa-os para passear à volta da piscina. Acredito que para ela esteja sempre tudo bem. A vida não tem estas ansiedades nem stresses. Vive cada minuto como tem de ser vivido, entrega-se às nossas resoluções sem medos e cheia de confiança. A sua segurança e entrega demonstram a capacidade de desfrutar de cada momento sem que, para ser feliz, tenha que tocar no passado ou correr para o futuro. Como te admiro Maria, apenas queria um bocadinho dessa tua “inteligência emocional”!

Pel´A mãe da Maria

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.