A vida é curta e então nós corremos

Abril 27, 2017
IMG_5516

Que viagem louca é a vida, em que entramos e logo aprendemos que precisamos de correr, não perder tempo e que temos de vencer muitas corridas.

Que comboio de ferro em linha reta é este? Onde colocamos combustível sem parar nos corpos e mentes e o nosso olhar sempre à frente, concentrado-nos num ponto de chegada que o mundo nos ajudou a inventar.

E mesmo quando o corpo chia, o coração suspira e nós precisamos de diminuir a intensidade do caminhar, a mente não pára de ostentar, o mundo não pára de falar. Quando foi mesmo a última vez que parámos a nossa rotina, os sonhos e expectativas e apenas nos sentámos naquela cidade de beira de estrada a ver a paisagem, sem pensar em nada?

É sempre tudo tão corrido, o calendário sempre preenchido, as horas completas, os dias espremidos. Os nossos pés já nem tocam no chão, passam a flutuar por todas as superfícies. Não mergulhamos em nenhuma estação de nós mesmos.

Não dá tempo para entendermos o sofrimento, para quebrar um círculo vicioso, romper hábitos que nos fazem mal, não dá tempo para aprofundar, explorar os labirintos do coração, desfazer os nós e criar outros ‘eus’.

A vida é curta e então nós corremos… Que ironia!

Fonte contioutra.com | Tradução e adaptação do texto A vida é muito curta para não parar para admirar a paisagem

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário