A resposta é sempre a mesma: resiliência

Outubro 1, 2016

Peço desculpa, mas já não tenho tempo e muito menos força para lutar contra egos. O mundo já é como é, não precisamos de mais dramas, gente complicada, banalidades e tudo aquilo que não nos acrescenta “valor” como pessoas.

A maturidade faz com que, a cada dia, aprendamos que o valor das coisas só depende da importância que lhes damos, ensinando-nos que a escolha é sempre nossa.

Sou um “bocadinho” à moda antiga e gosto muito de princípios, valores, honestidade e gente digna. Acredito, a cima de tudo nas pessoas. Que existem pessoas boas e quero-as sempre o mais perto possível de mim, porque são elas que me inspiram e contagiam a querer ser melhor a cada dia.

A tarefa de cada um de nós (na vida) é tomar as rédeas do nosso destino, não sendo vítimas da história, nunca nos acomodando, nem aceitando o que não está bem.

Assim, espero que o bom senso prevaleça na minha vida, para que passe por ela de cabeça erguida, sem perder a pureza no coração, aprendendo diariamente a amar e principalmente a viver feliz.

Engraçado que não aprendi isto sozinha. Os meus filhos ensinaram-me que para os obstáculos da vida, a resposta é sempre a mesma: resiliência!

A mãe da Maria (Ana Rebelo)

Também Poderá Gostar

1 Comentário

  • Responder Maria José Mota Campos Outubro 2, 2016 em 18:45

    Sim a Ana irá sempre ser capaz de lidar com todas as adversidades da vida, aplicando o seu bom senso, porque sabe ler nos rostos das pessoas o que lhes vai na alma, é fundamental.
    De certeza que o bom senso irá sempre prevalecer na sua vida. Força.
    Bjs para a Família linda que vocês são. Adoro-vos mesmo de verdade. É uma empatia que todos nós que lemos os post da Mãe da Maria e vemos quase diariamente a Maria a sorrir, nos dá um grande animo de vida.
    E não é que também precisamos?

  • Deixar Comentário

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.