A mãe chegou

Agosto 5, 2016

Ontem a mãe chegou a casa e repentinamente a palavra saudade desapareceu das nossas vidas.

Confesso que esperei muito por aquele momento, o segundo em que a mãe abria a porta de casa do Algarve e nos dizia com o coração cheio “Olá…” E a partir dessa simples palavra “Olá…” espalhavam-se pela boca de todos mais umas quantas palavras e finalmente estava tudo dito.

De seguida eu queria dizer-lhe as saudades que tive com algumas palavras organizadas num papel, mas a Maria apenas com um olhar expressou tudo aquilo que eu queria dizer e eu fiquei sem palavras.

A  Maria não é só uma heroína, nem dona de um grande sorriso, é também dona de um olhar arrebatador que diz tudo. Ela não precisa de escrever para se expressar, nem de falar para dizer o que sente. Não precisa de dizer que nos adora para sabermos que ela nos ama incondicionalmente. Não precisa de muitas palavras para nos deixar completamente derretidos.

A Maria não precisa de muito, para confiar em nós. Não precisa de conquistar o mundo para sabermos que ela é uma verdadeira conquistadora, pois diariamente conquista corações. A Maria não precisa de fazer exames para mostrar a sua inteligência, pois ela está numa constante batalha com o verdadeiro teste: o teste da vida

A Maria é especial por tudo isto e muito mais. Não é única apenas porque é uma lutadora, porque tem o melhor abraço do mundo, ou até porque tem uma deficiência única no mundo. É especial por ser o verdadeiro significado de que não há milagres, mas que devemos acreditar sempre, porque a vida não nos troca as voltas apenas nos vira para o lugar certo.

A vida não nos apresenta escolhas difíceis, dá-nos sim opções diferentes. A vida é fácil o que é difícil é encontrar o caminho certo.

Façam como a Maria e aproveitem a oportunidade que a vida vos deu: encontrar a entrada do caminho feliz para esta grande desafio que é a vida.

Aqui por casa vamos continuar a festejar a chegada da mãe, à maneira da Maria: com olhares arrebatadores e sorrisos cintilantes.

A irmã da Maria (Matilde Rebelo Pires)

Também Poderá Gostar

Sem comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.